Vida Facil

Vida Facil com Abraham-Hicks

Desfrute dos contrastes

Queremos que você desfrute da experiência contrastante, assim como desfruta de um buffet contrastante. E desejamos que alcance o lugar (e praticar a Realidade Virtual ajudará a ganhar esta confiança) onde quando estiver frente a um buffet que tem tanto o que você gosta de comer, bem como algo que não gosta de comer, não se sinta frustrado porque há coisas que não quer comer. Não se sinta obrigado a colocá-las em seu prato e comê-las; apenas escolha as coisas que gosta. E no Universo do pensamento é igual. Você pode escolher nele as coisas que o agradam.

Abraham-Hicks, Salt Lake City, UT - 29/jun/02 - Trad. de Claudia Giovani/09

Contrastes valem a vida!

Convidado: (Ele começa dizendo que talvez não deva fazer esta pergunta): 
Por que os cães se arriscam a ter um inseto grudado nos olhos quando colocam
a cabeça para fora da janela do carro? (Risos da platéia.)


Abraham: (Responde ao convidado dizendo que ele colocou uma questão muito profunda.)
Porque o contraste representado pelos insetos nos olhos é um preço pequeno a
pagar pela alegria e o divertimento do passeio, e é exatamente assim que você se sentiu
quando tomou a decisão de vir à existência física. É exatamente assim que se sentiu
quando soube que haveria contraste, e você disse: "O passeio vai valer a pena."

(Aplauso da audiência.)

Abraham-Hicks Publications, San Francisco, CA. 7/30/05 - Trad. de Claudia Giovani/2007

Pensamentos Contrários

Se você não está indo bem rápido na direção daquilo que sabe que deseja, só pode existir um motivo.
Você está pensando pensamentos contrários (ao que deseja), e vem fazendo isso com certa regularidade.

Abraham-Hicks, 05/07/08 - Trad. de Claudia Giovani/08



"Perceba, não são grandes pensamentos que criam as grandes coisas,
ou grandes pensamentos que criam os grandes problemas.
São os pensamentos diários que você pensa.
São os pensamentos habituais que o levam a formar padrões vibracionais,
alguns dos quais não lhe são úteis.

Abraham, 2008 Mexican Well Being Cruise CD10 - Trad. de Claudia Giovani/08

Nosso Direito de Escolha

"Você se sente capaz de escolher por si mesmo?  Sente-se digno de poder escolher, em outras palavras, você pensa que é certo que você possa escolher? Pensa que seu ambiente produz opiniões e preferências para você e que você é suficientemente merecedor, digno ou firme que é seu direito fazer suas escolhas? Ou pensa que alguém no plano do não-físico, ou que seres físicos mais sábios, já escolheram para você e que agora você precisa descobrir o que eles acham que você deveria fazer e ainda fazer seu melhor para cumprir estas escolhas? Ou você gosta da idéia de poder fazer suas próprias escolhas?
 
Queremos que se identifiquem com a idéia de terem o direito da escolha. Queremos que comecem a entender que não só é certo terem este direito, como também que vocês nasceram com a intenção de poder fazer suas escolhas ... Você veio para um ambiente cheio de variedade, diferenças e contrastes de modo que, da sua própria condição de ser único - que palavra importante! - de sua perspectiva única pudesse ter sua experiência única e somar ao Universo seu valor único ... é a perspectiva que causa a expansão do Universo."
 
Abraham-Hicks - Asheville, NC 01/05/05
-Tradução de Claudia Giovani


Escrevi algumas explicações sobre os  'contrastes'  que gostaria de dividir com você.

1. O contraste acontece porque existe uma variedade imensa de coisas para escolhermos.
Isso de valorizar o que se perde está mal explicado. Lamentamos, não aceitamos que o tempo daquilo se esgotou e que podemos partir para novas aventuras.
Estamos num mundo super hiper variado. Somos criadores natos. Gostamos de aventuras. Buscamos novas experiências. Não dá para parar de querer nem dá para chegar a um final com tudo isto. Somos eternos - criadores aventureiros em busca de mais e mais experiências.
 
Suponha que você queira um carro X, assim, assim. Ótimo, você já sabe o que quer.
De repente, passa por você um carro Y que é simplesmente o máximo!
Pronto, é um contraste. Agora você ficou com uma vontade enorme de ter o outro carro. O que vai escolher, o que queria antes que talvez seja mais adequado ao modo de vida que ela, ou aquele lindérrimo que passou por você? Se escolher o lindérrimo talvez não atenda às suas necesidades, mas nossa! É tão lindo, deve ser ão gostoso de dirigir, tão confortável? O que fazer?
Percebe?
Contraste só é um problema enquanto você não consegue decidir-se pelo que quer ou ficar lamentando que o carro Y é muuuuito melhor, mas sabe, custa tão caro ... E enquanto fica nisto, não convoca energia e sente-se mal.
 
Fique no seu Bem,
Claudia Giovani - 2006


2. Esta explicação abaixo diz respeito ao texto traduzido por mim, que você encontrará mais abaixo.

Mudar o sintonizador (dial) significa adequar a sua vibração ao que deseja. Por exemplo, se quer um carro novo, mas fica só reclamando do seu carro velho ou dos preços altos dos automóveis, você está sintonizado mais na falta ou na carência que naquilo que realmente quer, o carro novo. E vai obter mais do que não quer - o carro velho começa a apresentar problemas! Isto - este contraste - provoca um desejo rápido (Quero um carro novo!) - mas como esta vibração ainda é nova (acreditar que pode ter um carro novo) você não a sustenta, ela é estranha ao seu campo vibratório.
Consequentemente volta à sua vibração dominante que é a de reclamar do carro velho.
 
Mas o danado do carro começa a dar tantos problemas, e você começa a expressar mais e mais estes lampejos de desejo sobre o carro novo que cada dia mais o contraste vai ajudando-o a querer, de fato, o tal carro novo. Você começa a pensar mais fortemente sobre o carro novo que na praga do velho! rsrsrsrs

Então, cada contraste o leva a definir e afinar mais e mais a sua vibração e a sua sintonia no carro novo. Até um dia que esta vibração já é tão familiar (tão dominante) que o carro novo se manifesta em sua vida.
 
Dai começa um novo ciclo de experiências contrastantes com o carro novo. Os vidros automáticos começam a dar defeito!!!! rsrsrsrs

- Abraham
"O processo trabalha assim: Você experimenta o contraste, e do contraste nasce um desejo. Nós chamamos isto de Projétil de Desejo, porque acontece depressa como um lampejo e não dura muito tempo. Porque o nascer deste projétil traz uma vibração diferente da que está acostumado a viver e sua vibração comum não está onde este projétil está. Assim, no princípio, este projétil foguete de desejo parece estranho. Então agora seu trabalho é tirar sua atenção do que tem vivido e coloca-la neste novo projétil de desejo recém-nascido e pensar nele. Finja, imagine, fantasie, até que comece a sentir-se mais familiar com este projétil de desejo.
 
A manifestação acontece  quando este projétil de desejo for sua vibração mais familiar. Então se verá num lugar diferente, um lugar novo com um novo conjunto de experiências contrastantes.
 
Agora, tudo no Universo responderá diferentemente por causa da diferença na vibração que você alcançou com sua visualização. Terá acesso a pensamentos novos, recordações novas, a conhecidos novos, a pessoas diferentes no tráfego ou no hotel. Todas as coisas começam a mudar.
 
E agora, desta nova experiência contrastante, nasce outro Projétil de Desejo que parece estranho no princípio porque você está acostumado a vibrar aqui, e não lá onde está o projétil.  Agora seu trabalho é colocar sua atenção nisto, falar sobre isto, fazer com que se torne familiar, e quando for mais familiar que sua vibração de agora, há uma nova manifestação nova e  um novo conjunto de experiências contrastantes…  Assim é a sua vida. Você está constantemente experimentando um novo conjunto de experiências contrastantes. E nós queremos ajudá-lo a deixar abandonar a idéia que você precisa martelar essas experiências contrastantes até que mostrem menos contraste. Nós queremos que você comece a abandonar a idéia que precisa ter seu mundo todo alinhado de forma a agradá-lo."
 
- Da fita cassete G-06-11-99 - Philadelhia, PA - Abraham-Hicks - Tradução de Claudia Giovani
 
Com tudo isto Abraham está querendo nos explicar que, como nossa expansão não tem fim, sempre estaremos querendo algo novo ou diferente e sempre estaremos experimentando contrastes. Este é um ciclo natural! Não é um drama ou um bolero mexicano, um castigo ou karma! É um ciclo natural, constante, sem fim. Se entendemos que é assim que o Universo vai se arranjando para manifestar nossos desejos, não precisaremos de tantas experiências contrastantes para chegar onde queremos.
 
Em outras palavras, aceitar que este é um processo natural nos ajuda a brigar menos com a Vida, a fazer menos dramas e a realizar mais rápido nossos desejos. Tudo isto nos dá a oportunidade de termos um número maior de experiências porque não ficamos muito tempo empacados em cada contraste que surge.
 
Faz sentido para você?
 
Fique no seu Bem,
Claudia Giovani - 2006

A VIDA SEM CONTRASTE  É UMA VIDA SEM PLENITUDE

A  maioria dos seres físicos ainda luta com o contraste e, se pudessem, eles  eliminariam o contraste da experiência e ficariam só com o que mais gostassem, de tudo. Mas, da perspectiva mais ampla, não física, vocês não eliminariam o contraste porque compreendem, dessa perspectiva, que como criadores o contraste é essencial para a decisão.

               PODER DE DECISÃO
          ***********************

          Vocês não poderiam começar a decidir o que é desejável, se não tivessem o contraste do que não se quer. E a partir de suas perspectivas não-físicas mais amplas enquanto criadores, vocês compreendem que uma decisão é  literalmente uma focalização de energia. Em outras palavras, tudo diz  respeito à energia o modo de expressá-la, o modo de focalizá-la, o modo de canalizá-la, o de orientá-la, de conduzi-la, de utilizá-la, a maneira de tornar-se parte dela e o de envolver-se nela.
           A forma pela qual vocês se tornam uma força criativa, utilizando energia, é através de suas perspectivas, de suas crenças, de suas atenções, de seus focos, de sua decisão. Podem vocês sentir a diferença de poder, ao dizer: "Gostaria de ter  isso", ou "Eu quero isso", ou "Estou decidido"? O que acontece na decisão é apenas uma focalização de energia. Nosso intento predominante, enquanto estamos interagindo com vocês, é o de ajudá-los a compreender sem qualquer  dúvida, tudo a respeito de como conhecer, ou sentir que vocês são uma harmonização vibracional para sua própria decisão.

               HARMONIA VIBRACIONAL
         ******************************

        O contraste os ajuda a chegar a uma decisão, mas raramente encontramos um ser físico em harmonia com sua própria decisão. É por isso que essas coisas  que vocês sabem que querem, não vêm com facilidade a vocês. É porque não estão vibracionalmente em harmonia com suas decisões.
        A  razão disso é que vocês não estão usando seus próprios sensores para determinar o que estão oferecendo vibracionalmente. Estão usando pensamentos, idéias, crenças, palavras, ações ou comportamento. Estão tentando controlar as coisas pelo comportamento,  enquanto tudo o que têm a fazer é aprender como alinhar sua energia e, pela lei da atração, aquilo que estiver alinhado com sua energia tem que vir para vocês.

             QUANDO O NÃO QUER DIZER SIM
        *************************************

          Quando vocês dizem sim a uma coisa, quando olham para o contraste e dizem:
"Entre estas coisas, sei que não quero esta, mas sei que quero aquela."; quando escolhem alguma coisa e dizem sim a ela, a estão incluindo em suas vibrações - e pela lei das vibrações o universo se harmonizará com suas vibrações. Quando dizem não a alguma coisa, quando olham para o contraste e dizem: "Isto é bom, aquilo não é bom. Isto é bom; não quero aquilo.", então dizem  não àquilo.
          O que a maioria de vocês não percebem é que quando dizem não àquilo que não querem, ainda assim o estão incluindo em sua vibração e quando o incluem em sua vibração, então vocês não se harmonizam com seu próprio desejo. Quando dizem: "Quero um carro novo vermelho", o universo está correspondendo à vibração de seu desejo. Quando dizem: "Mas, um carro novo vermelho é muito caro", o universo está correspondendo também a essa vibração. Ora, o universo está correspondendo a duas vibrações contraditórias e, desse modo, nada muda para vocês.
          Vocês estão incluindo o que não querem naquilo que realmente querem e o resultado líquido para vocês é nenhum movimento para  adiante.  A maioria das pessoas acredita que pode dizer não a uma coisa e outra, apontando que não querem o que deveria ir embora. Mas, nunca acontece assim.
Não existe essa coisa da " lei do afaste-se de mim." Só existe a lei da atração. Vocês não têm a capacidade de evitar algo, porque tudo aquilo para o qual voltam sua atenção já é uma inclusão.

                SEU SINAL VIBRACIONAL
          ******************************

          Tudo aquilo que vem para vocês, sem exceção, é uma equiparação vibracional que vocês produzem.
 A todo momento vocês transmitem uma espécie de sinal de rádio, uma emissão  vibracional literal, e o universo corresponde a ela. Às  vezes vocês dizem palavras como "Quero mais dinheiro.", partindo de seu sentimento de não ter o suficiente. O dinheiro não pode vir  para vocês porque estão produzindo o sentimento de dinheiro não suficiente, enquanto falam do desejo de ter mais dinheiro. O dinheiro não pode vir para vocês porque não está vindo em resposta a suas palavras; tudo está vindo em resposta a sua vibração.

                   A BOA NOTÍCIA
            *********************

          A boa notícia é que com um pouquinho de prática e conhecimento de como isso funciona, vocês podem aprender a transmitir um sinal vibracional que corresponda a seus desejos. No entanto, para fazer isso, vocês têm que começar a se conscientizar de como se sente essa vibração.

                  CONHECER SEU CONHECIMENTO
           **************************************

         Todos vocês têm um mecanismo sensitivo dentro de si que faz com que conheçam a vibração de seu ser em qualquer momento.
Alguns o chamam de plexo solar, outros de centro emocional. Nós o chamaríamos de tudo isso, mas também o designamos como as emoções que vocês sentem.    Quando se sentem cheios de alegria, de felicidade, quando se entregam a um sentimento de aventura ou entusiasmo - sentimentos a que vocês chamam de paixão, de admiração ou de amor, emoções que a maioria chama de positivas - , quando sentem essas emoções, seja uma lembrança de algo que acabou de acontecer, ou algo que imaginem, aquilo a que dirigem sua atenção nesse momento, equipara-se vibracionalmente com a energia que está dentro de vocês.
         Vocês se valem de muitos rótulos para descrever essa fonte de energia que flui para este plano físico a partir do plano não-físico. É uma freqüência muito alta, rápida.      É uma freqüência pura, e por pura nós queremos dizer não-contraditória. Quando vocês dizem: "Quero ficar bem" e  pensam sobre o que é ficar bem, essa é uma vibração pura. Quando dizem: "quero  ficar bem Tenho medo de adoecer", essa não é uma vibração pura.  Quando estabelecem seu desejo de ficar bem a partir de se medo de doenças, essa não é uma vibração pura.
         Sua energia não-física, sua energia da fonte é uma energia de alta freqüência, muito pura. Queremos que  compreendam a diferença entre esta e uma freqüência mais baixa, uma energia não tão pura.
Imaginem  o ventilador de uma sala soprando ar em sua direção, um ventilador tão bem feito que seja quase silencioso. Mas vocês sabem bem que ele está ligado porque podem sentir o ar soprando de encontro a vocês. Agora enfiem um um lápis em seu  ventilador. Ele já não ficaria tão silencioso, não é ? Faria um barulhão quando o lápis diminuísse a velocidade das lâminas do ventilador. Podem chamar a isso de resistência. Vamos relacionar estas com as emoções  negativas. Quando vocês introduzem algo que se move  numa vibração mais lenta em algo que se move numa mais alta, mais rápida, o resultado é uma diminuição da vibração,e vocês a sentem como emoção negativa. A emoção negativa é o que vocês sentem quando, por qualquer razão,  estão focalizados em algo de uma vibração  mais baixa e mais lenta. Ora, queremos lhes falar isso porque, a menos que estejam alertas (conscientes), a  todo momento, sobre o que são suas vibrações,  não  podem controlar o que vem até vocês.

               SIGAM SUA ALEGRIA
          *************************

       O que estamos falando realmente é sobre aprender a se movimentar pela vida mais em uma base de sentimento do que em uma base intelectual, de pensamento. Vocês querem atingir um ponto no qual possam dizer, pela maneira de sentirem [quando perguntarem a si mesmos]: "Estou vibracionalmente dentro da velocidade de quem sou e o que quero, ou escolhi pela influência de outros ou de algum antigo hábito ou pensamento? Será que escolhi focalizar em algo que é mais baixo e lento em vibração?  se vocês tiverem um objetivo e esse objetivo for o de se sentir bem, nunca mais precisarão ouvir nenhuma palavra de ninguém. Viverão com sucesso e felicidade e em uma forma de plenitude que será o propósito de suas vidas  desde então.
        Alguém criou uma frase tão bonita que não poderia ser melhor, quando disse: "Sigam sua alegria." Quando estiverem seguindo pensamentos, quando estiverem seguindo lembranças, quando estiverem seguindo momentos do agora, quando estiverem seguindo coisas que parecem boas para vocês quando pensam nelas, ou enquanto estiverem focalizados nela, então estarão seguindo uma vibração em harmonia com sua fonte - e somente coisas que estiverem na mesma velocidade, terão acesso a vocês. Isso não é bom?
 
 Abraham através de Esther Hicks - Amaluz -16/12/2003

Diga Sim!

  É o hábito de dizer “não” que o atrapalha mais do que  tudo.

Você dá uma olhadinha ao redor e vê o contraste presente no plano fìsico, coisas desejadas às quais diz “sim” e coisas indesejadas as quais diz  “não”.

Toda a vez que você diz  “não”,  toda vez que você entra num clima de resistência,  toda vez que você pensa “Oh, eu realmente não quero isto” ou “ Espero que uma coisa desta nunca aconteça comigo” – exatamente por dar a sua atenção,  você está convidando aquilo a incluir-se em sua experiência. Você está abaixando a sua vibração. Você está se separando do seu Âmago. Você está afundando a sua rolha. Você não está em harmonia vibracional com quem você é.  E principalmente – você não se sente bem.

Nosso seminário seria muito curto e efetivo se apenas lhe dissermos:

“O segredo para que você possa criar qualquer coisa que quiser é permanecer feliz,

 porque em seu contentamento você sempre se coloca numa posição de permissão

que por sua vez está em harmonia com quem você É e com o que esteja querendo”.

 

Abraham -- 5/3/97 Tarrytown, NY- and The Science of Deliberate Newsletter - Vol 3 pg 22

Tradução:  Monica Grohmann