Viola da Terra

                                  Voltar                                                                        Rafael Costa Carvalho

                                                                                                                           Março de 2005

 Posição de Execução

   A posição de execução deve ser aquela em que o executante se sinta o mais confortável possível, sendo o cruzar da perna um auxiliar precioso para uma boa posição de execução.

O tocador também poderá optar por inclinar um pouco o corpo sobre a perna esquerda e apoiar o pé direito sobre o pé esquerdo, permitindo uma maior facilidade de execução.

O Tocador de Viola

Dia de Romaria - Bilhete Postal, Domingos Rebelo (Edição da Administração Geral dos CTT)

A MÃO DIREITA

 

A mão direita deve ser posicionada num ângulo que permita ao executante atacar as cordas de frente. O tocador pode apoiar os dedos no tampo

 

O dedilhado, em S. Miguel, é executado apenas com a unha do dedo polegar, daí que deve haver especial atenção às dimensões da unha.

 

 

ou pode utilizar os dedos médio  e anelar como suporte nas ilhargas  de forma a conseguir uma execução mais “rasgada”.

       O dedilhado simultâneo dos dedos polegar (p), indicador (i), médio (m) e anelar (a) – figura 2 - é pouco frequente na Viola da Terra, mas é um método de acompanhamento suave e melodioso, que, a ser executado, os dedos devem ser colocados desta forma:

 dedos i, m, a, nas cordas Sol, Si e Ré respectivamente (figura 1).

                     O dedo polegar, neste caso, tem a função de tocar os bordões de Ré e Lá.

 

Fig 1

 

Fig 2

 

A Mão Esquerda 

 

Fig 1

 

Fig 2

 

Fig 3

 A mão esquerda deve atacar as cordas de modo suave mas firme.

 A pressão dos dedos e uma posição correcta dos mesmos são de extrema

importância para se atingir o som correcto. No entanto,

 só com o decorrer do tempo é que o aprendiz irá conseguir obter

 a sonoridade desejada.

O executante não deve ter o pulso muito tenso, de forma a poder movimentar

 a mão ao longo da escala com flexibilidade.

A mão deve fazer um pequeno arco (visível na figura 2), para que o tocador

tenha uma maior mobilidade dos dedos.

Logo, o polegar não deve estar muito levantado.

  Fig 4 

A numeração dos dedos da mão esquerda é aquela que se vê nas

figuras 3 e 4: dedo 1, dedo 2, dedo 3 e dedo 4.

O braço da Viola deve ter uma pequena inclinação para cima (bastante evidente na figura 1),

de modo a que a mão esquerda tenha maior facilidade a subir e descer na escala.

           

                   A Afinação

 

Fig 5

 

Fig 6

 A Viola da Terra tem a seguinte afinação, de baixo para cima (figura 5):

RE, SI, SOL, RE, LA. Ou seja, Primas, Segundas, Toeiras, Bordão de Ré

e Bordão de Lá respectivamente.

A figura 6 mostra-nos as já referidas cinco parcelas de cordas,

sendo a primeira dupla (Ré), a segunda dupla (Si), a terceira dupla (Sol),

 a quarta tripla (Ré, sendo um deles um bordão) e a quinta tripla

 (Lá, sendo um deles um bordão).