Viola da Terra

BLOGUE

Bem Vindos ao meu Blogue que pretende ir actualizando informações sobre as actividades que vou desenvolvendo ou ainda outras que vou tomando conhecimento e que envolvem a Viola da Terra.

Rafael Carvalho

var _gaq = _gaq || []; _gaq.push(['_setAccount', 'UA-33562889-1']); _gaq.push(['_trackPageview']); (function() { var ga = document.createElement('script'); ga.type = 'text/javascript'; ga.async = true; ga.src = ('https:' == document.location.protocol ? 'https://ssl' : 'http://www') + '.google-analytics.com/ga.js'; var s = document.getElementsByTagName('script')[0]; s.parentNode.insertBefore(ga, s); })();
view:  full / summary

Novo CD - RELHEIRAS

Posted by violadaterra on July 15, 2017 at 11:25 AM Comments comments (0)

NEW CD - "RELHEIRAS"

NOVO CD - "RELHEIRAS"

-

PRÉ VENDA - 15/07/2017 - 21/07/2017

PRESALE - 15/07/2017 - 21/07/2017

-

Price 12,50€ until the 21st of July

(Plus postages)

Price of 15€ starting 22nd of July

(Plus postages)

Para encomendar enviar email para: [email protected]

To order send an email: [email protected]

-

-

Check my other products also in sale until the 21st of july.

Books 15€ each (16€ after the 21st of July)

CD 10€ each (12,50 after the 21st of July)

(plus postages)

-

Obrigado pela sua atenção.

Thank you for your time.


Rafael Carvalho representa os Acores no Encontro Internacional de Violas de Arame

Posted by violadaterra on April 28, 2017 at 11:40 AM Comments comments (0)

Rafael Carvalho representa os Açores no “Encontro Internacional de Violas de Arame”

-

 

 

De 2 a 4 de Junho Castro Verde promove o Encontro Internacional de Violas de Arame.

-

O Músico, Compositor e Professor Açoriano Rafael Carvalho, natural da Ribeira Quente, estará presente com a Viola da Terra, em representação dos Açores, ao lado de Pedro Mestre (Viola Campaniça/ Alentejo), José Barros (Viola Braguesa/Minho), Vítor Sardinha (Viola de Arame/Madeira), Eduardo Costa (Viola Amarantina/Douro Litoral), Júlio Pereira (Cavaquinho/Minho) e Chico Lobo (Viola Caipira / Minas Gerais, Brasil).


-

A selecção dos músicos presentes é uma forma de reconhecimento do trabalho único que estes desenvolvem nas suas Regiões, tentando procurado salvaguardar a origem destas violas, enquanto músicos, investigadores e professores, sendo reconhecido o mérito por parte de várias entidades públicas e privadas, a nível nacional e internacional.

-

Esta é a Sétima edição deste evento que, em 2010, esteve nos Açores, é uma organização da ACA – Associação de Cante Alentejano Os Cardadores e irá realizar-se no pólo de Castro Verde do Conservatório Regional do Baixo Alentejo.

-


Este “encontro” visa preservar e valorizar a música tradicional através do dedilhar das violas de arame, as quais assumem denominações, formas e sonoridades próprias, que marcam uma dada região do nosso país, desde o Minho ao Alentejo, passando pelo Douro Litoral, Açores e Madeira, e além-fronteiras, como é o caso da viola caipira (Brasil).

-

À semelhança das edições anteriores, o “VII Encontro de Violas de Arame” irá contar com Conversas, Oficinas e Concertos, e decorre em simultâneo com o “IV Encontro de Tocadores de Viola Campaniça”.

-

A presença da Viola da Terra neste evento é de grande importância uma vez que se junta às suas “irmãs” portuguesas e do brasil, dando a conhecer o trabalho que está a ser desenvolvido nos Açores, a diversidade de eventos a favor da valorização da nossa Viola e a riqueza da música tradicional açoriana e dos seus intérpretes, do passado ao presente. É, ainda, a representação dos Açores que está assegurada e a defesa da nossa Viola e das nossas tradições.

-

Ao mesmo tempo, existe uma troca de contactos, conhecimentos e projectos, formando-se amizades que têm contribuído para uma afirmação das Violas de Arame no panorama Regional, Nacional e Internacional.

-

O músico Açoriano Rafael Carvalho é professor de Viola da Terra no Conservatório Regional de Ponta Delgada, responsável pela Associação de Juventude Viola da Terra e tem, ainda, 3 livros editados do seu “Método para Viola da Terra”, 2 álbuns a solo: “Origens” e “Paralelo 38”, estando já a preparar um terceiro CD que sairá no Verão composto, quase na sua totalidade, por temas originais em Viola da Terra.


 

 

Rafael Carvalho lanca o seu ultimo livro na sua Terra Natal

Posted by violadaterra on January 14, 2017 at 1:50 PM Comments comments (0)

Rafael Carvalho lança o seu último livro

na sua Terra Natal

.

 

O músico e professor de Viola da Terra, Rafael Carvalho, vai apresentar o seu último livro na sua freguesia, Ribeira Quente, na próxima sexta-feira, dia 20 de janeiro, pelas 20:30, no Salão Nobre da Junta de Freguesia de Ribeira Quente.

.

O “Método para Viola da Terra – Avançado” é o terceiro volume desta sua colecção, destinada ao ensino da Viola da Terra nos Açores, por graus de dificuldade, e com uma orientação pedagógica nunca antes produzida no nosso Arquipélago.

.

O livro conta com mais de 40 partituras, de temas instrumentais para Viola da Terra e com um grau de dificuldade de execução já mais elevado, contendo ainda propostas de execução de escalas maiores, menores, cromáticas e, por último, dois mapas de acordes para Viola: Um primeiro “Mapa de Acordes em Ré”, para os músicos que utilizam a afinação tradicional das ilhas de São Miguel e Santa Maria e ainda um “Mapa de Acordes em Mi” para os músicos que utilizam a afinação comum às restantes 7 ilhas do Arquipélago. O autor pretende com isto alargar o leque de possíveis estudiosos que possam adoptar os seus 3 livros como base de estudo.

.


.

Na próxima sexta- feira a Junta de Freguesia de Ribeira Quente recebe este evento como, aliás, tem recebido as apresentações dos dois livros anteriores do autor e dos seus dois CDs já editados também. A apresentação do livro estará a cargo do Dr. Rui Fravica, seguindo-se uma breve explicação do autor sobre o seu pensamento base do Método para Viola da Terra que criou. A finalizar a sessão decorrerá um momento musical em trio com Carolina Constância (Violino), César Carvalho (Violão) e Rafael Carvalho (Viola da Terra).

.

2017 traz novo CD de Rafael Carvalho:

Apesar de o autor assumir que este terceiro volume é, para já, o último desta sua colecção, anuncia, em primeira mão, que está a trabalhar no seu terceiro CD, a apresentar no final do Verão, e cuja pré-produção iniciou-se em Outubro e as gravações em Dezembro. O CD promete muitos temas originais, como vem sendo hábito, alguns arranjos de temas tradicionais e mais algumas novidades nas explorações sonoras da Viola da Terra e da sua conjugação com outros instrumentos.

 

Associacao de Juventude Viola da Terra faz balanco positivo de 6 anos de existencia

Posted by violadaterra on December 27, 2016 at 1:40 PM Comments comments (0)

Associação de Juventude Viola da Terra faz balanço positivo de 6 anos de existência

-

 

A Associação de Juventude Viola da Terra foi fundada a 20 de Dezembro de 2010, na freguesia de Ribeira Quente, com o intuito de se criar uma entidade que pudesse promover, valorizar e inovar dentro da prática da Viola da Terra na sua localidade, em primeiro lugar, e depois com abrangência mais alargada a toda a ilha de São Miguel, estendendo-se, entretanto, a várias ilhas dos Açores.

-

A Associação, responsável por eventos como a “Orquestra de Violas da Terra”, “Conversas à Viola”, “Encontro de Violas Açorianas”, “Violas do Atlântico”, “A Viola que nos Toca” e ainda, mais recentemente, “Encontro de Escolas de Violas da Ilha de São Miguel” refere que, inicialmente, nem todo os seus projectos tiveram a melhor receptividade de apoios, apesar de todos elogiarem o esforço e pertinência dos mesmos, mas que, com o decorrer do tempo e com a apresentação de um trabalho credível, com qualidade e com uma continuidade que tem criado um novo entusiasmo generalizado em torno da Viola, as pessoas começaram a estar mais abertas a receber e a apoiar estas iniciativas.

-

A Associação formou-se com elementos da Escola de Violas da Ribeira Quente e do Grupo de Violas da Ribeira Quente.

-

Decorridos 6 anos desde a sua formação, a Associação faz um balanço muito positivo do percurso que tem vindo a fazer e das conquistas que tem conseguido para a Viola da Terra, assumindo que, vários dos eventos realizados ultrapassaram em muito as expectativas iniciais do que estava idealizado.

-

A entidade defende que todas as suas actividades são importantes, podendo haver algumas mais mediáticas do que outras, mas que o objectivo inerente a cada qual é de valorizar a nossa Viola e os seus executantes e, ao mesmo tempo, desmistificar algumas questões sobre a Viola ser difícil de aprender ou estar direcionada para os mais velhos apenas, o que não é de todo verdade, e, ainda, aproximar as diferentes escolas de Violas e aproximar o diálogo entre tocadores de várias ilhas dos Açores.

-

A “Orquestra de Violas da Terra da Ilha de São Miguel” é a nossa iniciativa com maior impacto por envolver cerca de 5 dezenas de tocadores da Ilha de São Miguel, num concerto anual realizado no Teatro Micaelense. Este evento tem por base relacionar os tocadores de Violas, proporcionar a partilha de conhecimentos entre estes e, ainda, possibilitar a aprendizagem de novo repertório a todos. Ao mesmo tempo o concerto final conta com a presença de músicos de outros instrumentos que criam um ambiente musical nunca antes experimentado e que resulta também num alargamento das influências de cada participante e numa maior motivação para que invistam em si próprios no dia-a-dia.

O “Encontro de Violas Açorianas” tem juntado tocadores de cinco ilhas dos Açores, que já percorreram cinco ilhas do Arquipélago, num concerto musical em que se explica a riqueza da Viola nos Açores e a sua diversidade no que diz respeito às técnicas de execução, afinação, construção e repertório.

-

O “Violas do Atlântico” já trouxe aos Açores executantes da Viola de Arame Madeirense, Viola Caipira (Brasil), Viola Braguesa, Viola Toeira e Viola Campaniça. Estas trocas de experiências e conhecimentos musicais dos músicos de fora com os músicos da região é sempre muito rica, proporcionando a muitos, ainda, verem instrumentos de que só ouviram falar em livros, mas que estão vivos e a fazer o mesmo percurso e luta de afirmação que a Viola nos Açores.

-

São estes e muitos outros eventos como as “Conversas à Viola” que percorreram vários Concelhos da Ilha de São Miguel, e, ainda, os Serões Musicais no Verão em Ponta Delgada e outras Ilhas dos Açores, e até o evento “A Viola que nos Toca”, que ajudam a aproximar a Viola às pessoas, das que cá residem às que nos visitam, e proporcionam aos executantes da Viola um momento musical digno, em palco, a solo, ou acompanhados, mas onde podem partilhar as suas histórias e o seu conhecimento sobre a Viola. Desses eventos têm resultado vários convites a estes executantes, nas suas localidades, para começarem a participar em eventos culturais.

-

O último evento criado pela Associação foi o “Encontro de Escolas de Violas da Terra da Ilha de São Miguel, que tem decorrido no mês de Outubro, e onde cada Escola tem a possibilidade de mostrar o trabalho que desenvolve ao longo do ano.

-

Todos estes eventos têm criado impacto nas freguesias ou Ilhas que percorrem, uma vez que, normalmente, ajudam a movimentar-se tocadores ou Escolas de Violas para abrir os concertos ou para assistirem a “Workshops”, levando a que, em algumas situações, se tenham criado raízes que já geraram outros grupos e outras iniciativas com a Viola da Terra por base.

-

No sentido de criar uma estrutura anual de eventos a Associação criou a “Temporada de Violas da Terra” onde tem organizado, anualmente, todas estas iniciativas, com um cartaz diversificado ao longo do ano, de modo a poder proporcionar a todos um leque variado de eventos e, ainda, ter a Viola sempre em primeiro plano todo o ano.

-

Para finalizar, a Associação colabora ainda com muita gente, ajudando com informações sobre a Viola, ajudando a localizar tocadores ou construtores, como o fez para o programa do realizador Tiago Pereira para a RTP2 todo dedicado à Viola da Terra, elaborando projectos de aulas de Viola, e, ainda, adquirindo muito material que tem sido editado com a Viola da Terra, para proceder a ofertas aos jovens ou às entidades que recebem os seus eventos, bem como enviando livros técnicos editados sobre a Viola da Terra para todas as Autarquias dos Açores de forma a constarem das suas Bibliotecas Municipais.

-

Tem sido um longo percurso, difícil e com muitos dissabores mas, a custo da persistência dos seus membros, colaboradores, amigos e amantes da Viola nas várias Ilhas, e ainda com os pequenos apoios dos projectos Governamentais, Casas de Espectáculos dos Açores, apoios logísticos de Autarquias, Juntas de Freguesia, Casas do Povo, e muitas outras entidades, bem como uma atenção contínua da Comunicação Social Açoriana, foi possível criar uma série de eventos e uma onda de entusiasmo nunca antes vista nas nossas Ilhas, que nos fazem acreditar que os próximos anos, mantendo-se esta tendência e, pelo menos, os mesmos apoios, poderão trazer, novamente, a Viola da Terra ao local de destaque que sempre mereceu.

-

Um obrigado a todos.


Associação de Juventude Viola da Terra.



 

 

Boas Festas e Feliz Ano Novo

Posted by violadaterra on December 15, 2016 at 9:10 AM Comments comments (0)
Boas Festas e Feliz Ano Novo
a todos os amigos, alunos, fãs da Viola,
e a todos os que visitam esta página.
E a todos os que vierem por bem.
-

II Encontro de Escolas de Viola da Terra encerra Temporada de Violas 2016

Posted by violadaterra on October 15, 2016 at 10:15 AM Comments comments (0)

II Encontro de Escolas de Viola da Terra encerra

Temporada de Violas da Terra 2016

-

O II Encontro de Escolas de Viola da Terra decorrerá a 22 de Outubro, pelas 20:00, na Igreja do Colégio, em Ponta Delgada, encerrando a Temporada de Violas da Terra 2016.

-

(Encontro de Escolas 2015)

-

Desde Março que a Associação de Juventude Viola da Terra tem levado a cabo inúmeras iniciativas, numa Temporada dedicada à nossa Viola de Dois Corações e que tem juntado dezenas de executantes do instrumento.

-

No próximo sábado o público terá a oportunidade de assistir a vários momentos musicais por executantes dos 8 aos 65 anos de idade. Desde a Classe de Iniciação de Viola da Terra do Conservatório, Escolas de Violas da Relva e Classe de Conjunto de Guitarra e Viola do Conservatório, serão oferecidos momentos musicais muito diversificados, com cerca de 3 dezenas de músicos envolvidos.

-

-

O Encontro de Escolas de Viola da Terra pretende ser um meio de dar a conhecer o trabalho que as Escolas desenvolvem ao longo do ano, mas, ao mesmo tempo, proporcionar momentos de convívio e de partilha entre os músicos provenientes de realidades musicais diferentes.

-

Cada Escola fará a sua apresentação musical individual, com os temas que melhor identificam o seu trabalho e a sua realidade actual.

-

Inserido neste evento decorrerá ainda o lançamento do terceiro volume do “Método para Viola da Terra”, do autor Rafael Carvalho. Este lançamento será diferente de todos os outros pois será um complemento às participações musicais. Ou seja, uma vez que há momentos musicais diversificados, por músicos e alunos de que estudam níveis de dificuldade diferentes, será perfeitamente verificável, na prática, a ideia e metodologia do autor na leccionação no Conservatório de Ponta Delgada, desde a “Iniciação”, “Básico” e “Avançado”. Deste modo, em vez de apresentar o livro por palavras, o autor prefere que o mesmo seja dado a conhecer pelos sons da Viola.

-

-

A entrada é livre e estão todos convidados a assistir.

O II Encontro de Escolas de Viola da Terra conta com a colaboração do Museu Carlos Machado, que recebe o evento, e com o apoio da Direcção Regional da Juventude.

Rafael Carvalho prepara a edicao do ultimo volume do seu Metodo para Viola da Terra

Posted by violadaterra on September 24, 2016 at 5:15 PM Comments comments (1)

Rafael Carvalho prepara a edição do último volume do seu

“Método para Viola da Terra”.

-

“Método para Viola da Terra – Avançado” é o terceiro e último livro desta Colecção.

.

O músico e professor Açoriano Rafael Carvalho está a finalizar o seu último livro dedicado ao ensino da Viola da Terra.

.

A Colecção “Método para Viola da Terra” tem já dois livros editados pelo autor. O primeiro para a “Iniciação” e o segundo para o “Básico”. O terceiro e último volume, intitulado de “Avançado”, é direcionado para todos os que desejam aperfeiçoar o seu conhecimento do repertório instrumental da nossa Viola.

.

Este “Método para Viola da Terra – Avançado” vem dar continuidade ao trabalho iniciado com os dois Manuais anteriores - Iniciação e Básico. Com este Manual poderão aprofundar os conhecimentos sobre a execução da Viola da Terra, alargando o repertório que conheciam, introduzindo a execução “a duas vozes” e aprendendo a utilizar uma outra afinação na 5.º Ordem (baixando a afinação de Lá para Sol) que era um recurso dos Mestres Tangedores em algumas peças na Tonalidade de Sol.

.

O autor refere que este Manual, que vem agora completar esta trilogia, foi sempre o objectivo inicial a concretizar. Os livros anteriores tinham o intuito de dar a conhecer a “escrita musical” para a Viola, dotando os aprendizes de um conhecimento geral das peças do Cancioneiro Açoriano que podem ser aplicadas no dia-a-dia. No entanto, o novo livro apresenta peça já raramente executadas, e que são importantes de dar a conhecer.

.

-

“Método para Viola da Terra – Avançado” tem peças de vários executantes e Escolas de Violas.

-

O autor defende que não podemos, no presente, estar formatados apenas para uma forma de abordar a Viola nem restringidos, unicamente, ao repertório do nosso meio envolvente. Os conhecimentos do passado que pertenciam a uma “família de tocadores” são hoje conhecimentos de todos, e é preciso tentar conhecer um contexto cada vez mais alargado para se compreender realmente a essência da Viola da Terra.

.

Por esse motivo fez a recolha e transcreveu peças que aprendeu que aprendi com o seu Mestre Carlos Quental, transcrições dos trabalhos de Miguel de Braga Pimentel, de Arsénio Machado e outros incluídos nas recolhas do Professor Artur Santos, da Escola de Violas da Relva, versões executadas na minha freguesia Ribeira Quente, versões de António Dias de Medeiros que recolhi junto da antiga Emissora Regional Açoriana (RDP Açores), peças do livro Cantigas do Povo dos Açores do Tenente Francisco José Dias, e ainda peças que adaptou da Guitarra Portuguesa ou da Guitarra Clássica.

 

 

.

.

“Método para Viola da Terra – Avançado” apresenta ferramentas para a aprendizagem da Viola em qualquer Ilha dos Açores, apesar das diferentes afinações.

.

 

Esta Colecção de Livros incide sobre a técnica de execução das Ilhas de São Miguel e Santa Maria, apenas com o polegar da mão direita e na afinação Ré, Si, Sol, Ré, Lá (“Afinação em Ré”), mas pode ser utilizado por qualquer tocador de Viola da Terra, de qualquer Ilha ou local, desde que faça as devidas adaptações de digitação à afinação e técnica que utiliza na sua Viola.

.

No entanto, com o intuito de aproximar este Método à realidade de outras ilhas, o autor decidiu apresentar, no final deste Manual, uma sugestão de um Mapa Geral de Acordes para a “Afinação em Mi” (Mi, Si, Sol, Ré, Lá). É uma ferramenta de trabalho que fica assim disponível e um auxiliar rápido para quem executa a Viola com esta afinação, esperando desta forma inspirar todos os aprendizes a se aproximarem da Viola e incentivar outros executantes a criarem Manuais ou outras contribuições que podem e devem surgir e estar disponíveis a quem deseje aprender a tocar a nossa Viola.

.

 

“Método para Viola da Terra – Avançado” mantêm o Priolo como Mascote.

.

Apresenta-se novamente o Priolo como mascote do novo Manual, numa ilustração criada em 2013 pelo Ilustrador Luís Cardoso.

.

 

“Método para Viola da Terra – Avançado” com tecnologia inovadora de acesso a vídeos de apoio online.

.

Na mesma lógica dos dois livros anteriores cada página tem um código QR (quick reader) a que se pode aceder com o telemóvel e que direcciona as pessoas para os vídeos de apoio online no Youtube. É conveniente utilizar esta ferramenta para complementar a aprendizagem e auxiliar no esclarecimento de dúvidas. Faz-se o download da aplicação no telemóvel e pode-se aceder ao vídeo demonstrativo das 42 partituras que compõem o Manual.

.


 

.

É necessário que a Região crie um plano de acção para o ensino da Viola da Terra nas Escolas Oficiais e a criação de Centros Artísticos que ensinem a mesma em todas as Ilhas dos Açores.

.

O autor assume que, com este Manual, fecha esta trilogia que tem uma utilidade prática para qualquer pessoa que deseje iniciar os estudos da Viola de Arame dos Açores, sendo os Manuais adoptados pelo Conservatório Regional de Ponta Delgada para o ensino da Viola da Terra na Iniciação e no 1.º e 2.º Ciclos.

.

Apesar de haver a continuidade de estudos da disciplina de Viola da Terra, em regime de Oferta de Escola, no Curso Secundário de Música, e de estar a ser pesquisado e transcrito material de trabalho para estes alunos, o autor, e responsável por este trabalho de fundo, não prevê o lançamento de mais nenhum livro nos próximos anos.

.

Rafael Carvalho defende que há ainda muito material para transcrever e adaptar, sendo uma tarefa que nunca chega a terminar no sentido de se continuar a encontrar material que beneficie o estudo e conhecimento do instrumento. No entanto afirma que já fez sozinho, a seu custo e investimento pessoal, com estas 3 edições de autor, muito mais do que seria de esperar e do que contava atingir.

.

No presente, refere, é necessário que comece a haver o apoio de condições de trabalho, horas dedicadas a investigação, estudo e transcrição de peças, e que as entidades competentes assumam a importância da Viola da Terra definindo um plano de acção a médio e longo prazo para o ensino da Viola. Este plano e esta definição de ideias não existe na nossa Região e não parece vir a existir. Com base em todas estas dificuldades o professor de Viola admite que não pode continuar, sozinho, a elaborar e a custear a criação de material que é do interesse e da obrigação da tutela.

.

 

“Método para Viola da Terra – Avançado” será apresentado na terceira semana de Outubro.

.

O livro será lançado na terceira semana de Outubro, em data a anunciar brevemente, inserido num grande evento de tocadores de Viola da Terra..



 

 


 

A Folia do Espirito Santo e a Viola da Terra

Posted by violadaterra on September 24, 2016 at 7:50 AM Comments comments (0)

A Folia do Espírito Santo e

a Viola da Terra

-

A Viola da Terra estava presente em inúmeras manifestações culturais ao longo do ano. Estava e continua, felizmente, viva, dinâmica e presente, com maior ou menos expressão numa ou outra localidade, consoante a realidade de cada sítio.

-

Esta é a imagem mais conhecida e que mais se divulga, do passado, quando queremos falar da Viola da Terra e a sua integração nas Folias do Espírito Santo, na Ilha de São Miguel.

-

-

Não conhecia um exemplar tão nítido e com esta qualidade. Nas suas pesquisas o meu amigo António Freire, pesquisador da Gaita-de-Foles e Viola Toeira, e executante da Gaita-de-Foles, deu-me a conhecer esta relíquia.


Rafael Carvalho no Festival CORDAS World Music Festival

Posted by violadaterra on September 16, 2016 at 4:45 AM Comments comments (0)

Rafael Carvalho no Festival CORDAS World Music Festival

-

 

O músico Açoriano Rafael Carvalho sobe amanhã ao palco do Festival CORDAS, na Ilha do Pico, para se apresentar com a Viola da Terra, acompanhado pelo irmão César Carvalho no Violão, e como representação dos Açores no último Serão musical do Festival.

-


-

No palco estará também Beselch Rodríguez, com o Timple, das Canárias e o Português Amadeu Magalhães com o Cavaquinho.

-

O Festival Cordas iniciou-se no dia 11 de Setembro, na Madalena do Pico, numa organização da Associação MiratecArts e com o apoio do Município da Madalena. Este Festival pretende homenagear os instrumentos de Corda dando especial destaque à Viola da Terra, o principal instrumento Açoriano. No dia da abertura mais de duas dezenas de tocadores de Viola das Ilhas do Triângulo desfilaram na Madalena promovendo depois alguns momentos musicais.

-

Ao longo de toda a semana têm decorrido diversas actividades de promoção do Festival e da Viola junto das Escolas durante o dia e aberto a toda a população e visitantes durante a noite.

-

Nesta sexta feira, 16 de Setembro, o palco principal receberá a Guitarrista Portuguesa Marta Pereira da Costa, Wilson Medina do Brasil, no Bandolim, e o Grupo de Cordas Ilha Negra, da Candelária do Pico.

-

O Concerto de Viola da Terra de amanhã, 17 de Setembro, com Rafael Carvalho e César Carvalho encerra os Serões musicais da I Edição do Festival Internacional CORDAS, onde o músico Micaelense apresentará, como habitualmente, muitos dos temas instrumentais mais representativos da Viola da Terra; composições suas, algumas ainda não editadas em disco; e algumas adaptações de temas tradicionais de outros países mas com a sonoridade da nossa Viola a dar-lhes um toque especial.

-


-

Rafael Carvalho tem dois CD editados: “Origens” em 2012 e “Paralelo 38” em 2014. Também já editou 2 Manuais para o ensino da Viola da Terra encontrando-se, neste momento a finalizar o terceiro volume desta Colecção de Manuais e preparando o início das gravações do seu terceiro álbum.

-

Contactos de Rafael Carvalho:

[email protected]

 

 

 

Francisco Sabino - Primeiro trabalho a solo de Viola da Terra?

Posted by violadaterra on August 26, 2016 at 5:00 PM Comments comments (0)

Francisco Sabino -  Primeiro trabalho a solo de Viola da Terra?

O disco de vinil editado por "Castro, Paz & Cia, Lda, empresa sediada no Porto, poderá ser o primeiro disco em vinil a ser editado com um trabalho de um músico solista em Viola da Terra, e, provavelmente, dos primeiros no País no que à Viola da Arame diz respeito.

-

Francisco Sabino - São Miguel Em Viola da Terra é o nome deste disco, com interpretação de 4 temas a solo, em Viola da Terra:

LADO 1:

Sapateia

You need Adobe Flash Player to view this content.

-

Chamarrita

You need Adobe Flash Player to view this content.

-

LADO 2:

Saudade

You need Adobe Flash Player to view this content.

-

Balho da Povoação

You need Adobe Flash Player to view this content.


-

Na contracapa lê-se:

"Francisco Alexandre Revoredo, mais popularmente conhecido por FRANCISCO SABINO, nasceu em Santo António-Além-Capelas, na Ilha de São Miguel, Açores, a 18 de Dezembro de 1915. Considerado o nosso melhor intérprete de Viola da Terra, instrumento a que se dedica desde tenra idade, Francisco Sabino interpreta nesta disco, com improvisos e variações de sua autoria, os trechos mais populares de S. Miguel".

-

Ainda se faz referência que a edição deve-se à amável sugestão de J. Silva Júnior. Esta distinta individualidade da ilha de São Miguel, naquela altura era o Director do Grupo Folclórico de São Miguel, estando ainda envolvido na entrada da Viola da Terra para instrumento leccionado no Consevatório Regional de Ponta Delgada, no ano de 1982 e em regime de Curso Livre, tendo convidado o Mestre Miguel de Braga Pimentel para professor daquele curso e intermediado a situação com a Direcção do Consevatório.

-


-

Aqui coloco esta pequena referência porque, da minha pesquisa e conhecimento, este será o primeiro trabalho editado por um tocador de Viola da Terra. Não sendo considerado, obviamente, recolhas feitas por investigadores ou registos feitos pelas emissoras de rádio. Este é um registo completamente diferente, é um músico que edita um trabalho a solo, com uma Viola de Arame.

-

Se por acaso houver outros trabalhos com estas características e que anteriores a este, e que admito desde já desconhecer, agradeço a contribuição de quem possa ajudar.

-

O meu contacto: [email protected]

Construtor de Sao Jorge frequenta Curso de Luteria no Brasil

Posted by violadaterra on January 23, 2016 at 6:35 AM Comments comments (0)

Construtor de São Jorge frequenta Curso de “Luteria” no Brasil

-

 

Raimundo Leonardes, natural do Topo, Ilha de São Jorge, é um dos construtores de instrumentos da nova geração mais reconhecido nos Açores. As suas Violas da Terra possuem características de sonoridade, afinação e construção que o tornam já uma referência no panorama da construção regional.

-

Para além disso, é um dos grandes pioneiros na “eletrificação” das Violas da Terra, com excelentes resultados práticos para a mobilidade dos artistas em palco e para uma melhor captação do som do instrumento em palcos e contextos que o exijam.

-

De 18 a 24 de janeiro o construtor está a frequentar o “Curso de Luteria” ministrado por Luciano Borges, no Brasil, com o objetivo de expandir a sua formação na construção de instrumentos, nomeadamente no Violão e Viola Caipira, os instrumentos base deste curso.

-


A Turma de 15.º Curso de Luteria (Fotos de Eddie Shumway)

-

Neste curso aprende-se a fundo todos os pormenores inerentes à construção. Desde a escolha de madeiras, técnicas de trabalho como o corte, colagem, envernizamento, reforços da caixa, reforços das ilhargas, vias sonoras do tampo, entalhe do braço e muitos outros.

-


Raimundo Leonardes da Ilha de São Jorge (Fotos de Eddie Shumway)

-

De forma prática e intensiva, durante uma semana, todos os alunos constroem os seus próprios instrumentos sob a orientação do Professor Luciano Borges e uma equipe de Luthiers disponíveis para auxiliá-lo durante todo o processo. Este é o “15.º Curso de Luteria de Viola e Violão”, conta com um limite de 12 inscritos, e, no final do curso, cada formando traz consigo o instrumento construído.

-


Raimundo Leonardes e o Luthier Luciano Borges (Fotos de Eddie Shumway)

-

Apesar da técnica de construção de Raimundo Leonardes ser já bastante desenvolvida, e de qualidade reconhecida, este Luthier Jorgense acredita que ainda tem margem para progredir. Com esta convicção assumiu, ele próprio, todas as despesas de deslocação e de inscrição neste curso, procurando uma formação mais específica e profissional que não existe na região. Ao mesmo tempo, adquire outras perspectivas, novas ideias e conhecimentos quanto a outras formas de melhorar os processos que já domina na construção de instrumentos musicais, que serão uma mais valia para as Violas da Terra que constrói e outros instrumentos de corda, e que podem ainda vir a ser partilhadas com outros construtores da nossa Região, caso se criem condições para formações na área ao nível Açores.

-

A Turma já com a caixa das Violas ou Violões (Fotos de Eddie Shumway)

-

 

Viola da Terra em Concerto no Algarve

Posted by violadaterra on November 10, 2015 at 1:05 PM Comments comments (0)

Viola da Terra em Concerto

no Algarve

-

O Auditório da Biblioteca Municipal de Faro recebeu este sábado, dia 7 de Novembro, um Concerto de Viola da Terra, no serão de encerramento da “VII Semana Cultural” da Casa dos Açores do Algarve.

-

O Concerto foi da responsabilidade de Rafael Carvalho, na Viola da Terra, e César Carvalho, no Violão, dois irmãos naturais da freguesia de Ribeira Quente, e foi muito bem recebido no seio da comunidade Algarvia e dos Açorianos ali residentes.

-

-

Este duo tem realizado, nos últimos anos, dezenas de concertos, em variados eventos nos Açores e no Continente Português, com o intuito de promover a Viola da Terra, resgatar temas do repertório instrumental da Viola e, ainda, mostrar composições actuais, da sua autoria, bem como adaptações de peças de outros instrumentos que se adequam à nossa Viola e ao tipo de espectáculo musical idealizado para cada evento.

-

Neste Concerto, no Algarve, os músicos conduziram o público numa viagem pelo passado da Viola, pelo seu contexto e técnicas diferentes nas várias ilhas Açorianas, pela família da Viola da Terra no Continente Português e Madeira, levando o público presente a recordar a sua infância e as suas raízes. Numa fase mais final do Concerto apresentaram ao público composições originais dos seus dois CDS: “Origens” e “Paralelo 38”. O serão terminou com uma aclamação de pé por todos os presentes.

-

(foto cedida pela Casa dos Açores no Algarve)

-

A “VII Semana Cultural – Açores – Letras, Música, Artes e Sabores” contou com diversos eventos, em vários locais do Algarve e fruto de inúmeras parcerias que a Casa dos Açores do Algarve tem conseguido concretizar ao longo dos anos. O objectivo desta Semana Cultural e das diversas iniciativas que esta instituição organiza ao longo do ano, é, principalmente, de dar a conhecer a cultura e identidade Açoriana à Comunidade envolvente, para além de, obviamente, juntar os Açorianos daquela região do País.

-

Com a Directora da Biblioteca Municipal de Faro, onde decorreu o Concerto e com o Presidente da Casa dos Açores no Algarve.

-

Este tipo de iniciativas possibilita dar a conhecer os Açores e, neste caso em particular, o seu instrumento musical mais característico, a Viola da Terra. Este concerto já era desejado no Algarve há cerca de 3 anos e só foi possível devido ao apoio, na parte da deslocação dos músicos, pela Direcção Regional das Comunidades, que mantém uma relação de proximidade com as várias Casas dos Açores espalhadas pelo País e pela Diáspora.

Rafael Carvalho apresentou o seu segundo livro: Metodo para Viola da Terra Basico

Posted by violadaterra on October 21, 2015 at 2:00 PM Comments comments (0)

Rafael Carvalho apresentou o seu segundo livro:

“Método para Viola da Terra – Básico”

-

-

O Músico Açoriano e professor de Viola da Terra no Conservatório Regional de Ponta Delgada apresentou, no dia 20 de Outubro, o seu segundo livro: “Método para Viola da Terra – Básico.

-

A cerimónia decorreu na Livraria Solmar em Ponta Delgada. O livro foi apresentado pela Dra. Ana Paula Andrade. A sessão terminou com um momento musical com Viola da Terra.

(foto de Ana Sousa)

-

Este livro, o segundo desta colecção de “Métodos para Viola da Terra”, vem dar continuidade aos estudos iniciados no primeiro volume da coleccção, e resulta dos últimos 7 anos de leccionação no Conservatório Regional de Ponta Delgada bem como do ensino, por parte do autor, em outras escolas de violas na Ilha de São Miguel.

-

O "Método para Viola da Terra - Básico" pretende ajudar os alunos e entusiastas da Viola da Terra a desenvolverem a sua técnica instrumental, conhecimento de escalas e acordes, e a adquirirem um maior repertório tradicional: desde temas do cancioneiro açoriano (temas de todas as ilhas dos Açores), do nosso folclore, dos grupos de reis e grupos de foliões, mas também apresenta várias peças adaptadas de outros instrumentos e que pretendem dar a conhecer um repertório mais alargado.

-

Este livro tem, novamente, ilustrações de Luís Cardoso e o Priolo como mascote. Para além disso, o autor torna a juntar as novas tecnologias ao serviço da educação e inclui os códigos “qr” (quick reader), que não são mais do que links para uma base de dados online com vídeos de apoio a todas as partituras do livro. Deste modo, as pessoas podem trabalhar, não só a leitura musical mas também o ouvido, através da audição dos temas. Esta ferramenta tem também o objectivo de ajudar a esclarecer dúvidas na execução das peças que compõem o livro.

-

O autor assume que este “Método para Viola da Terra - Básico” é o segundo de 3 livros que pretende editar, nos próximos anos, como um Método sequencial e por graus de dificuldade, que sirva de complemento à formação tradicional que sempre existiu na transmissão da Viola da Terra nas nossas ilhas.

-

(O primeiro e segundo volume: Iniciação e Básico)

-

O primeiro volume desta colecção tem sido muito bem acolhido pelos tocadores de viola da terra de São Miguel, mas também em outras ilhas dos Açores, continente Português, Estados Unidos e Canadá, por ser um livro técnico que não existia no mercado, com estas características, metodologia e componentes de apoio online. Este segundo volume é aguardado há muito tempo por todas estas pessoas e é uma necessidade para a prática de ensino diário da nossa Viola. Para além disso é o livro que contém maior repertório da prática diária da Viola nas nossas Ilhas.

-

O “Método para Viola da Terra – Básico” é uma edição de autor, contou com a execução gráfica da empresa Nova Gráfica e com o apoio para lançamento da Livraria Solmar Artes e Letras.

 

-

Pode adquirir o Livro na LIVRARIA SOLMAR ou encomendar directamente ao autor enviando um email para [email protected]

-

Conheça mais trabalhos do autor AQUI


Temporada de Violas da Terra 2015 com mais 4 eventos até final de Outubro

Posted by violadaterra on August 26, 2015 at 5:05 PM Comments comments (0)

Temporada de Violas da Terra 2015

com mais 4 eventos até final de Outubro.

-

A Temporada de Violas da Terra 2015 contará com mais 4 eventos até 24 de Outubro, altura em que se encerra a edição do presente ano.

-

Já no dia 5 de Setembro, pelas 22:00, continuam os “Serões de Viola da Terra” no Tentorium das Portas do Mar, desta feita com o trio “Musica Nostra”.

-

A 12 de Setembro será a vez do “Serão de Violas da Terra” marcar presença nas Noites de Verão com um concerto pelas 21:00 na Praça do Município e que contará, numa primeira parte, com “Rafael Carvalho e César Carvalho”, seguindo-se o trio “Cantos do Mar e da Terra”.

-

A 19 de Setembro o “Quarteto Origens” apresenta um Concerto na Galeria Arco 8, pelas 22:30, com alguns convidados e inserido num final de semana dedicado à música e aos artistas Açorianos idealizado pelo Arco 8.

-

A 24 de Outubro, na Igreja do Colégio, pelas 20:30, teremos o “Encontro de Escolas de Viola da Terra” da Ilha de São Miguel, num evento que pretende dar a conhecer o trabalho de cada Escola, individualmente.

-


Neste evento encerra-se a “Temporada de Violas da Terra 2015”, num ano muito rico e com inúmeros eventos organizados pela Associação de Juventude Viola da Terra. Com o decorrer do tempo esta Associação tem conseguido juntar Escolas de Violas, Grupos Musicais ou Músicos a Solo, todos eles com a Viola da Terra como base de trabalho, e criar um cartaz de oferta ao longo de quase todo ano, com eventos muito diversificados e de elevada qualidade.

-

Este sempre foi um objectivo bem definido pela Associação, desde a sua formação em Dezembro de 2010, e que, graças ao contributo de todos estes artistas e das entidades que apoiam e se associam a esta iniciativa, confirma-se cada vez mais como um sucesso e com uma aceitação excelente por todos os que participam e que assistem.

-

A Temporada de Violas da Terra (fase II) conta com o apoio do Governo dos Açores através da Direcção Regional da Juventude, com as autarquia de Ponta Delgada, e com instituições e locais que recebem o evento e que apoiam logisticamente e com a divulgação dos eventos.


 

 


Viola da Terra em destaque em Programa na RTP 2

Posted by violadaterra on June 22, 2015 at 11:15 AM Comments comments (0)

Viola da Terra em destaque em Programa na RTP 2

-

 

Na próxima 5ª feira, 25 de Junho, pelas 23:00, estreia na RTP 2 o programa “Povo Que Ainda Canta”, do realizador Tiago Pereira, dedicado integralmente à Viola da Terra

-

O Realizador Tiago Pereira esteve nos Açores, de 10 a 20 de Abril, em gravações para este seu programa, o 23.º de uma série de 26 episódios, que conta com registos em 6 Ilhas dos Açores, alguns deles de filmes anteriores do realizador.

-


Tiago Pereira refere que este será o programa com maior duração, com 30 minutos, contra os habituais 26 minutos dos episódios, pois recolheu 14 horas de “filmagem bruta”, tudo com Viola da Terra, e não é tarefa fácil sintetizar tudo num documentário desta duração.

-

Também se pode ler nas suas declarações nas redes sociais que a vinda aos Açores e a integração da Viola da Terra neste “Povo Que Ainda Canta” foi uma aposta muito sua e pessoal, e que, apesar de alguns apoios, foi um dos episódios que implicou mais investimento do que retorno. Mas também sabem todos, os que acompanham o seu trabalho, que não é este o factor que o move para concretizar os seus objectivos.

-


Sobre o Programa lê-se já na sinopse da programação da RTP 2 o seguinte:

“A Viola da Terra (Viola de Arame dos Açores) é a Viola Portuguesa com mais repertório instrumental tradicional recolhido e executado na actualidade e a única a ser leccionada no Curso Básico Curricular, de modo oficial, num Conservatório de Música. A Viola sempre teve um papel fundamental no contexto popular Açoriano. Ao longo de quase todo o ano a Viola proporcionava o ajuntamento popular, a festa, o convívio, os balhos e as cantigas ao improviso.

-

Nos Açores é grande a sua riqueza, aparecendo com 2 afinações diferentes e 3 diferentes técnicas de execução, de acordo com a sua função em cada Ilha. Neste episódio conta-se, de modo objectivo e claro, a sua história, os seus intervenientes (dos mais novos aos mais velhos), as suas características, as diferenças da Viola de 5 parcelas (12 cordas) e da de 6 parcelas (15 cordas na Ilha Terceira) e, ainda, a sua integração no Curso Básico de Música no Conservatório Regional de Ponta Delgada. A Viola da Terra está Viva.”

-


Para complementar este programa e, na base do seu trabalho, a maior parte das filmagens é disponibilizada online na página do Facebook “A Música Portuguesa A Gostar Dela Própria”, uma página com mais de 84 mil seguidores, e, ainda, no canal de vídeos: https://vimeo.com/mpagdp, uma vez que não é possível colocar todos os intervenientes nos episódios que agora saem.

-

Não percam então, na próxima 5ª feira, a Viola da Terra em grande destaque na RTP 2.

-

Consulte AQUI o site da RTP 2

 

Temporada de Violas da Terra 2015 com mais de 4 dezenas de tocadores envolvidos.

Posted by violadaterra on May 28, 2015 at 7:20 AM Comments comments (0)

Temporada de Violas da Terra 2015 com mais de

4 dezenas de tocadores envolvidos.

-

A Temporada de Violas da Terra 2015 contará com vários eventos envolvendo Escolas de Violas da Ilha de São Miguel. Dá continuidade ao “Violas do Atlântico” já no seu 5.º ano consecutivo de realização, ao “Encontro de Violas Açorianas” e ainda aos “Serões de Viola da Terra” no Tentorium das Portas do Mar.

-

A Associação de Juventude Viola da Terra iniciou há 2 anos este modelo de Temporada de Violas da Terra com o intuito de proporcionar um cartaz diversificado de eventos ao longo do ano, envolvendo, ainda, o máximo de executantes possíveis e dando a conhecer o seu trabalho.

-

Relembra-se que, logo a iniciar o ano, a Associação organizou o evento inédito “A Viola Que Nos Toca”, no Teatro Micaelense, oferecendo, assim, mais um espectáculo de grande nível e como forma de mostrar a tradição aliada à inovação.

-

-

Quanto ao cartaz desta Temporada de Violas da Terra 2015 o mesmo inicia-se já na próxima 2ª feira, Dia da Criança:

-

1 Junho - Audição de Final de Ano da Classe de Violas da Terra do Conservatório Regional de Ponta Delgada. Salão Nobre do Teatro Micaelense - 18:30.

-

5 Junho - Apresentação de Final de Ano da Escola de Violas da Fajã de Baixo. Salão Nobre da Junta de Freguesia da Fajã de Baixo - 21:00.

-

30 Junho - Violas do Atlântico. Viola da Terra e Viola Campaniça. Claustro do Convento dos Franciscanos, Lagoa - 21:30. Participação especial da Pianista Ana Paula Andrade.

-

1 Julho - Violas do Atlântico. Viola da Terra e Viola Campaniça. Centro Social e Paroquial da Ribeira Quente - 21:30. Participação especial da Escola de Violas da Ribeira Quente.

-

4 Julho - Encontro de Violas Açorianas. Pavilhão Multiusos da Ilha do Corvo - 21:30.

-

25 Julho - Serão de Violas da Terra. Tentorium das Portas do Mar. Escola de Violas da Relva e Duo com Rafael Carvalho e César Carvalho - 22:00.

-

5 Setembro - Serão de Violas da Terra. Tentorium das Portas do Mar. Musica Nostra - 22:00.

-

A Temporada de Violas da Terra conta com o apoio do Governo dos Açores através da Direcção Regional da Juventude e do Turismo Açores, e ainda, com as autarquias, associações, instituições e locais que recebem o evento e que apoiam logisticamente e com a divulgação dos eventos.

-

O evento “Violas do Atlântico V” conta também com o apoio da Fundação Inatel, desde a sua génese, e traz aos Açores Pedro Metre, com a Viola Campaniça, numa altura em que o Cante Alentejano foi elevado a Património Imaterial da Humanidade.

-

O Encontro de Violas Açorianas é da responsabilidade da Direcção Regional da Cultura e integra, pela segunda vez, a Temporada Artística dos Açores.

-

A Associação de Juventude Viola da Terra tem a missão de valorizar, promover e divulgar a Viola da Terra e seus intervenientes e agradece a todos os que se têm disponibilizado para que se possam realizar e concretizar tantos momentos de grande interesse e qualidade em torno da nossa Viola.

-

É também importante que a Viola continue a aparecer ao longo do ano para que os que nos visitam e procuram a Viola tenham oportunidade de a ouvir. A Associação está a tentar organizar mais dois ou três eventos até ao final do ano.

-

Também esta é uma forma de tentar que as entidades e os músicos ligados à Viola, em outras ilhas dos Açores, possam se sentir estimulados a criarem eventos nas suas ilhas e a tornar esta Temporada multiplicada por muitas em cada ilha dos Açores.

 


 

A VIOLA QUE NOS TOCA... Estreia a 17 de Janeiro

Posted by violadaterra on January 2, 2015 at 4:45 PM Comments comments (0)

A VIOLA QUE NOS TOCA

-

ESTREIA

-

17 de Janeiro / 21:30 / Teatro Micaelense

-

RESERVE JÁ O SEU BILHETE AQUI

-

-

“A Viola que nos Toca” é um evento que procurará mostrar as várias vertentes da Viola de Dois Corações, do passado ao presente, mostrando ainda o que se faz na actualidade e apresentando momentos inéditos de conjugação da nossa Viola com outros instrumentos.

-

Desde o tocador solitário que a tangia, à soleira da porta, após um longo dia de trabalho; ao seu papel de impulsionadora no convívio e nos balhos que o povo dançava, hoje em dia e neste evento retratado pelos “Grupos Folclóricos”; passando ainda pelas tradições ao longo do ano onde a Viola tinha um papel de acompanhamento aos grupos de vozes que surgem pelo Natal, pelo Espírito Santo e tantas outras manifestações populares, e que neste evento recria a função da “Folia do Espírito Santo”.

-

A segunda parte do evento pretende mostrar o trabalho mais recente de valorização e de exploração das potencialidades harmónicas e melódicas da Viola, bem como os novos contextos de ligação com outros instrumentos abrindo novos mundos ao futuro da Viola. A novidade será ainda a projecção de imagens no decorrer dos momentos musicais, que ajudarão a contextualizar a Viola e, ainda, que trazem dinamismo e algumas surpresas ao evento.

-

O evento tem como convidados Ana Paula Andrade (Piano), Aníbal Raposo (Voz), Grupo Folclórico da Fajã de Baixo, Grupo de Foliões das Feteiras, Lázaro Raposo (Percussão), Musica Nostra e conta com Vasco Pernes na apresentação/narração do espectáculo.

-

A Associação de Juventude Viola da Terra pretende colocar este evento num cartaz anual, sendo que já tem ideias, grupos e formatos pensados para edições futuras que possam até vir a integrar músicos de outras ilhas. Esta primeira edição já foi pensada como o lançamento de um evento, mais um aliás da iniciativa desta Associação, que possa valorizar a Viola da Terra.

-

“A Viola que nos toca” é uma organização da Associação de Juventude Viola da Terra, com Direcção Musical de Rafael Carvalho, numa coprodução com o Teatro Micaelense, e conta com o apoio da Direcção Regional da Cultura.

-

O espectáculo decorre no sábado, dia 17 de Janeiro de 2015, pelas 21:30, no Teatro Micaelense. Os bilhetes já estão disponíveis na bilheteira do Teatro ou na bilheteira online.

-

Vemo-nos lá :)

Boas Festas e Feliz 2015

Posted by violadaterra on December 30, 2014 at 6:10 AM Comments comments (0)

Boas Festas

-

Feliz 2015

-

-

Boas Festas a todos. Com votos de um 2015 cheio de música :)

-

O meu aluno José Ferreira de 7 anos deseja assim as Boas Festas:

You need Adobe Flash Player to view this content.

-

Na minha Terra Natal, Ribeira Quente, toca-se assim de porta em porta, levando o Menino Jesus de casa em casa:

You need Adobe Flash Player to view this content.

-

Aliás, um pouco por todas as ilhas dos Açores surgem estas manifestações mais religiosas ou mais profanas, de visitar os amigos, cantando e tocando, sendo depois agraciados com um licor caseiro nas casas que se visitam.

-

Pela Ilha do Faial esta é uma das modas utlizadas, numa transcrição que fiz para a Viola da Terra há poucos dias, através do livro "Belaurora - As nossas modas".

You need Adobe Flash Player to view this content.

-

Resta-me desejar-vos um excelente 2015.

-

Janeiro traz  boas novidades:

Contamos consigo, como sempre.

Um abraço

Lançamento do Livro - Biografia Toada.

Posted by violadaterra on October 8, 2014 at 7:10 PM Comments comments (0)

Lançamento do Livro - Biografia Toada.

-

-

No próximo dia 10 de outubro, pelas 21h00, no Salão Paroquial da freguesia da Maia, realizar-se-á a cerimónia de lançamento do livro Biografia Toada. É um trabalho da autoria de Ricardo Melo e de Patrícia Bettencourt que pretende homenagear o representante, por excelência, dos executantes de viola da terra, Miguel de Braga Pimentel.

-

 

O livro é composto por duas partes distintas: a vida e obra de Miguel Pimentel, descritas por Patrícia Bettencourt, e o seu legado musical, composto pela transcrição para partitura e análise das técnicas interpretativas, de dezasseis temas musicais, da autoria de Ricardo Melo.

-

-

Estão todos convidados a comparecer.

-

Biografia Toada é prefaciado por Carlos Sousa e conta, ainda, com diversos testemunhos de pessoas que conviveram musicalmente com Miguel Pimentel.

-

Uma Reportagem antiga sobre o Mestre Miguel de Braga Pimentel, aqui acompanhado

nas filmagens pelo coautor e dinamizador do livro - Ricardo Melo.

You need Adobe Flash Player to view this content.

-

Rafael Carvalho apresenta o seu segundo CD de Viola da Terra - Paralelo 38

Posted by violadaterra on September 17, 2014 at 9:20 AM Comments comments (0)

Rafael Carvalho apresenta o seu

segundo CD de Viola da Terra -

“Paralelo 38”

-

O Músico Açoriano Rafael Carvalho está a preparar a apresentação e lançamento do seu segundo CD de Viola da Terra – “Paralelo 38” que decorrerá no dia 3 de Outubro, pelas 21:30, no Foyer do Coliseu Micaelense, com entrada livre.

-

-

Este novo trabalho inspira-se na localização geográfica dos Açores (Paralelo 38 Norte), procurando mostrar as influências musicais que recebemos ao longo dos séculos e, ainda, o papel que o Arquipélago também teve na disseminação da sua cultura musical um pouco por todo o mundo.

-

NOITE DOS CORSÁRIOS

You need Adobe Flash Player to view this content.

-

Neste CD, que contém 14 temas, encontramos alguns temas tradicionais da Viola da Terra cujas variações estavam quase perdidas e que o autor conseguiu resgatar de alguns registos ainda existentes; alguns temas originais que procuram entrar na temática do CD; e, ainda, a presença de instrumentos como: Contrabaixo (Gianna de Toni), Violino (Carolina Constância), Violoncelo (Henrique Constância), Percussão (Lázaro Raposo), Violão (César Carvalho), Gaita-de-Foles (Diogo Silva) e Voz (Biagio Verdolini).

-

Rafael Carvalho apresenta novamente alguns temas apenas executados com uma Viola da Terra, tentando tirar o maior partido da execução apenas com o polegar da mão direita.

-

Este trabalho musical revela-se de grande importância para a afirmação actual da Viola da Terra e dos instrumentos ditos tradicionais no nosso País, pois alia o tradicional e genuíno da nossa Viola, ao que de mais recente tem sido feito. Pretende-se assim, que todos os que estejam presentes no lançamento, e/ou que adquiram o CD, tenham uma visão global do percurso da Viola da Terra do passado ao presente.

-

No dia 26 de Setembro, pelas 21:00, no Centro Social e Paroquial da Ribeira Quente, haverá uma sessão de “pré-lançamento” do CD, na Terra Natal do músico, inserida no Encerramento do Festival Viver o Verão e abertura das Festas de São Paulo 2014.

-

-

O CD foi gravado e masterizado nos estúdios de Emanuel Vieira Cabral, em Ponta Delgada; os grafismos são da responsabilidade da empresa 4DDDD Produções com base nas fotografias das fases de construção de uma Viola, cedidas pelo Luthier Raimundo Leonardes. A Duplicação esteve a cargo da MediaProducts.

-

É esta a nova proposta musical que nos apresenta Rafael Carvalho.

-

LUNDUM

You need Adobe Flash Player to view this content.

-

Contamos com a vossa presença.

-

PODE JÁ PRÉ RESERVAR O SEU CD AQUI

(Portes gratuitos para Portugal até 3 de Outubro)


 ------------------------------------------------------------------------------


Rss_feed