Guerras Contidas!!

Últimos textos


Para ver os textos mais recentes e atualizações mais constantes, entre no blogue Letras Coletiva www.letracoletiva.blogspot.com/


O veneno da utopia

 

dedicado à Érica, Thiago e todos os outros que se permitem sonhar sem medo


Bradou o racionalista no ápice do debate:

--Tu és um utópico!


Mas não há na morte auto-infligida

o desejo da morte de todos os outro?


Guarde sua morte para vocês

[limitados]


eu aprendi a desaprender os limites


- utopia não é meu mal, é meu café-da-manhã -


e onde vocês que se permitiram morrer

e morreram.

Eu abro minhas asas


e voou além!

 

 

Crocante com manteiga

 

O dia amanheceu tarde onze horas

e o sol espriguiçando vagabundo nem deu


... bom dia ...


Minha gata saltou leve surpreendente com patas de penas

sobre a cama-lesma que se arrastava

nas horas

do dia


A delícia do desconhecido,

soava mais deliciosa que o café que em breve sorveria


Os raios de sol vibravam como corda de contrabaixo acústico

e antes mesmo de meio dia

- ou um solo de bateria -

a vida parecia maravilhosa...