Fã Clube Ana Carolina Souza
    Ana Carolina , um amor eterno <3


FÃ CLUBE ANA CAROLINA SOUZA!
 
Fã Clube Ana Carolina Souza
NAVIGATION
Cadastre-se
Membros
Biografia
Deixe seu recado.
Videos de musicas
Videos de entrevistas
Nosso Flog
FcACS no Orkut
Comunidade FcACS
Fotos
Discografia
Letras
Forum
Historico de noticias
Agenda de Shows
Parcerias






    
FÃ CLUBE ANA CAROLINA SOUZA
Oi galera!
Bem vindo (a) ao site do  FÃ CLUBE ANA CAROLINA SOUZA, nosso intuito é informar, criar laços de amizades e principalmente reunir pessoas com os mesmos interesses em torno de uma grande paixao chamada Ana Carolina! Fique a vontade para se expressar e entrar em contato conosco com qualquer duvida,critica,sugestão ou reclamaçao. Lembre-se de que o Fã Clube tambem é seu!E fique atento à agenda, pois a TURNÊ DOIS QUARTOS já começou! Contamos com você para aumentar cada dia mais a nossa familia SOUZA!
Obrigada! A equipe: Nine & Tiika        Contato : Email :
fcanacarolina@hotmail.com

NOTíCIAS  E NOVIDADES SOBRE A ANA :

Ana carolina faz apresentações extras em São paulo!

Após a notícia de que Ana Carolina faria quatro shows na casa de espetáculos paulistana Tom Brasil Nações Unidas, os fãs da cantora de MPB não perderam tempo e praticamente esgotaram todos os ingressos da turnê "Dois Quartos".Devido a enorme procura, a organização do evento decidiu promover mais duas apresentações da cantora mineira no Tom Brasil. Os shows acontecem nos dias 6 e 7 de agosto (segunda e terça). Os ingressos custam entre R$60 e R$150 e os shows tem início às 21h.

Fonte:
Oba Oba!




Ana Carolina, A mais pedida da JBFM!

A RADIO JBFM [99,7] DO RIO DE JANEIRO,
ANUNCIOU QUE A ANA É A MAIS PEDIDA DA SEMANA COM A MUSICA CARVÃO!
VEJA A LISTA:




~~Jornal O globo

Muitas rosas e gritinhos na estréia de Ana Carolina no Canecão

Rosas: Cercada por rosas vermelhas espalhadas pelo camarim_"Toda mulher gosta de rosas", diz uma letra de Ana Carolina, lembra?_ a cantora se prepara para subir ao palco para a estréia de seu show "Dois Quartos", anteontem, no Canecão. De frente para o espelho, Ana assistia, no laptop, as imagens que não davam para identificar, de imediato, o que era. "É 'Cenas de um casamento', do Bergman." informou. Ver filmes ante do show é uma mania da cantora.

Arrastão: Lá fora, de unhas rosa-fúcsia, meia arrastão vermelha e vestido curtissímo decotado, Betty Lago tentava esconder uma sacola da mira dos fotógrafos. "Vai estragar meu modelito."
Música: Loirissíma, ao lado de seu filho e da nora, Suzana Vieira dizia que "Adoooora" Ana Carolina. "Mas nesse momento não sei dizer o nome de nenhuma música da cantora."

TAM: A humorista Maria Clara Gueiros contava que quando ouviu pela primeira vez o nome da música "Eu comi a Madona", achou estranhissímo. "Achei que tinham inventado."disse. "Ousaaaaada...". Maria Clara assistia ao show da cantora pela primeira vez. Estava ansiosa. O assunto em seguida ficou sério. "É que o Pan ficou ofuscado pela TAM." lamentou.

Gogó:
A histeria dos fãs, principalmente as mulheres, era enlouquecedora. O Canecão veio abaixo quando ela cantou a tal música da Madona, aquela que diz: " me esquenta com o vapor da boca e a fenda mela.../ dobra os joelhos e implora o meu líquido". Abre parênteses. Ana faz questão de esclarecer o a Madona da música é com um ene só, "pra evitar processos". Fecha parênteses. As fãs tinhas flores nas mãos_rosas, claro_e, aos gritos de "gostosa!" as atiravam no palco, num ritual meio Roberto Carlos ao contrário.

Fonte: O Globo (22/07/2007)


Ana Carolina levou mais vips a seu show na noite deste sábado, 21.
 
O mineiro Milton Nascimento, o casal Maurício Mattar e Paola Oliveira, as atrizes Ana Beatriz Nogueira e Lúcia Veríssimo, o ator Daniel Del Sarto e Antônio Pitanga e Benedita da Silva estiveram no Canecão para conferir a performance da cantora que vem lotando a casa. Além dos famosos, Ana levou à casa de shows uma legião de fãs histéricos, com todas as músicas na ponta da língua. Até uma sósia de Ana esteve na platéia. Na entrada do show, outros fãs gritavam “Ana” e “linda” para a cover, que fazia poses, felicíssima. Paola Oliveira chegou de mãos dadas com a sogra, Liedir. “Já fui ao show da Ana há muito tempo, no ano 2000, mas agora já é uma outra Ana, mais potencializada”, disse Maurício.
 
FÃS E AMIGOS
O cantor Milton Nascimento revelou ser amigo pessoal de Ana, a quem vê em Minas. No entanto, essa foi a primeira vez que ele assistiu a uma apresentação da cantora no palco. “Ela é muito boa em tudo. Esse é um espetáculo que não poderia deixar de ver”, disse. Milton também revelou que ainda não compôs nada em parceria com Ana, mas que isso pode vir a acontecer. “Gostaria muito”, disse o cantor. Citada como sua música preferida do repertório de Ana por Maurício Matar, “Rosas” abre o show de Ana e volta no bis, empolgando a platéia. A cantora se solta no palco dançando a canção que diz que “toda mulher gosta é de rosas”. Muitas fãs também carregam a flor nas mãos para entregá-la à cantora. As rosas também fazem parte de um dos momentos mais emocionantes do show. Uma enorme cortina de rosas vermelhas se estende pelo palco enquanto Ana canta, ao piano, a música “É isso aí”.
 
Fonte : G1.GLOBO (22/07/2007)

 
DOIS QUARTOS:
ROTEIRO E PRODUÇÃO FEITOS PARA FUNCIONAR EM GRANDES TEATROS E CONQUISTAR FÃS
 
                                                          
 
Grandiloqüência que leva à cartase 

Num Canecão superlotado, Ana Carolina confirmou a força de seu estilo exagerado na noite de quinta feira, na estréia de "Dois Quartos". O clima era de delírio, com fãs igualmente exagerados gritando os habituais "poderosa", "tira a roupa", "eu te amo" etc.
Gosta-se ou não do trabalho de Ana Carolina, ela mostra no palco por que é cantora e compositora de maior sucesso na música brasileira do século XXI: abusa da dramaticidade em seu canto, com a afinação sempre perfeita; as letras das canções têm como temas preferenciais o sexo e as paixões amorosas; enquanto o instrumental de sua ótima banda apela quase sempre para a grandiloqüência. O resultado? Um power pop (mesmo que passe até pelo samba, como Cabide, feito sob medida para Mat'nália) para funcionar em grandes teatros.

Roteiro bem amarrado conduz ao óbvio clímax

Tal receita poético-musical é reforçada pela direção de Monique Gardenberg e Guilherme Leme num roteiro que, bem amarrado, alterna na primeira metade diferentes gêneros _ do tango "Três" (de Marina Lima e Antonio Cícero) à balada suave "Carvão" (Ana Carolina) ou à guarânia "Eu que não sei quase nada do mar" (Ana Carolina e Jorge Vercilo) _para depois enveredar por canções pop de leveza mais pesada, que deságuam num óbvio clímax. Os cenários de Gringo Cardia, com uma cortina de espelhos ao fundo, mudando de cor dependendo da iluminação de Maneco Quinderé; e as projeções usadas em alguns momentos completam o aparato de “Dois Quartos” no palco.
Se o disco duplo homômico _lançado no segundo semestre do ano passa pela Sony BMG _ oferecia outras facetas de Ana Carolina, com algumas faixas flertando com a sutileza da Bossa Nova, outras com experimentalismo, o show que agora chega no Rio, depois de sua estréia polêmica, há um mês, em Belo Horizonte, não arrisca. É Ana Carolina para as massas. E a tal polêmica, a projeção de cenas pretensamente eróticas durante a música “Eu comi a Madona” parece factóide: os trechos de filmes de Bettie Page nos anos 50 não têm nada de escandalosos, ainda mais ao lado da ousada letra de Ana Carolina, Mano Melo, Antonio Villeroy e Alvim L., com versos como “Me esquenta com o vapor da boca/ E a fenda mela/ Imprensando minha coxa/ Na coxa que é dela/ (...)/ É dessas mulheres pra comer com dez talheres/ De quatro, lado, frente, verso, embaixo, em pé.”

Fãs exaltados interrompem até as falas da cantora

“Eu comi a Madona” é, aliás, uma das mais fracas do novo disco. Mas, apelativa que é, teve direito a nova dose tanto no disco (remixada pelo DJ Zé Pedro) quanto no show, fechando a noite como segundo número do bis. Já o sucesso “É isso aí” (versão que Ana Carolina e Seu Jorge gravaram para “The blower’s daughter” de Damien Rice) ficou menos insuportável com Ana Carolina acompanhado-se ao piano e o violão celo de Iura Ranevsky ao fundo. Insuportável mesmo era aturar os fãs mais exaltados que berravam e até interrompiam as falas da cantora, que, em certo momento pediu: “Menos”. Fãs que, em sua balbúrdia, ignoravam o solo de violão celo antes do momento à la Maria Bethânia, no qual Ana Carolina declama trechos do poeta gaúcho Fabrício Carpinejar e do russo Boris Pasternak. Por falar em Bethânia, antes de “Eu que não sei quase nada do mar”, Ana Carolina contou da surpresa que foi receber o telefonema da cantora baiana pedindo uma canção que teria o mar como tema _tudo certo, não fosse o fato dela ter omitido o nome do parceiro Vercilo.
Detalhes que, no entanto, não incomodam o público-alvo da cantora, que parece experimentar uma catarse.


Fonte: O globo (22/07/2007)


 
Sósia da Ana ? Drag ? Travesti ?  Tumultuando o canecão ?
 
Um sósia de Ana Carolina agitou a platéia do show do polêmico show Dois Quartos da cantora na noite deste sábado no Rio de Janeiro. Na entrada do show, fãs gritavam "Ana" e "linda" para a cover.
O espetáculo Dois Quartos é dirigido pela cineasta Monique Gardenberg e pelo ator Guilherme Leme. Ana canta a provocante Eu Comi a Madona. No telão, um vídeo mostra a musa sadomasoquista Bettie Page em cenas quentes com outra mulher.
O show de Ana Carolina reúne 20 canções, entre elas Pra Rua me Levar, Encostar na Tua, Rosas, Uma Louca Tempestade e Cabide, gravada por Mart'nália, entre outras.

A sósia que apareceu no show de sábado é a drag Suellen Pinheiro  _nome verdadeiro Maxwell Pinheiro, que tem um trabalho muito legal, faz grandes festas de novelas da globo e já foi convidado pela própria cantora a se apresentar na sua festa de aniversário no Bar Hidway no ano passado (fotos acima). Enfim, é um "cover oficial" que , provavelmente, também dará o ar da glória na segunda semana de shows no Rio.

Fonte:
JB Online





© 2oo7  Tika&Nine _ Fc Ana Carolina Souza

Create a Free Website